Trocas na fala

Meu filho fala errado, e agora?

Quando as crianças iniciam suas primeiras palavras, por volta dos 12 meses de idade, elas sempre falam com trocas de sons, omissão e repetição de sílabas e sons. Tudo isso ocorre pois a fala é um ato motor complexo que envolve diferentes estruturas cerebrais. Como o cérebro do bebê e toda sua musculatura orofacial ainda está em formação ele não possui plena capacidade de falar como o adulto.

Conforme as crianças vão crescendo, seu cérebro e estruturas orais vão se desenvolvendo e ela vai adquirindo os sons e capacidade de falar como o adulto. De acordo com seu crescimento, existe uma idade esperada de aquisição de cada som da fala, ao qual os pais devem ficar atentos e espera-se que até os 5 anos de idade a criança já fale de forma correta usando todos os sons da nossa fala.

Abaixo temos uma etapa de desenvolvimento dos sons conforme idade das crianças:

  • 18 meses: b, m;
  • 2 anos: p, t, d, n;
  • 2 anos e meio: k, g, nh;
  • 3 anos: f, v, s, z;
  • 3 anos e meio: x (ch), j (ge – gi);
  • 4 anos: l, lh, r, rr, s e r intermediários e encontros consonantais;
  • 5 anos: desenvolvimento completo.

Porém em algumas crianças este processo não ocorre gerando o desvio fonológico ou desvio fonético, que são duas formas de alterações em que ocorrem as trocas na fala.

O desvio fonético é uma alteração de fala que ocorre quando a criança possui alguma alteração na sua musculatura facial ou mesmo na sua dentição, que altere a produção adequada dos sons, geralmente o desvio fonético ocorre quando se tem freio de língua curto, mais conhecido como língua presa que impede a movimentação adequada da língua para produzir os sons; alterações  na dentição (como no uso prolongado de chupetas) que prejudicam os movimentos adequados gerando distorções dos sons; e os ceceios linguais.

Já o desvio fonológico é uma troca na fala em que não existe nenhuma alteração nas estruturas orgânicas como lábios, dentes e língua que justifique as trocas de sons, tratando-se na verdade de uma desorganização na produção dos sons por parte das crianças.

O fonoaudiólogo é o profissional capacitado para avaliar seu filho e verificar se as trocas de sons que ele possui são fonéticas ou fonológicas, determinando assim o melhor tratamento possível.

Ao menor sinal de dúvida quanto a fala do seu filho não hesite em procurar a Fonoaudiologia BH. Ah e não espere até os 5 anos na presença de trocas, pois alguns sons a criança já deverá falar antes desta idade e quanto antes ocorrer intervenção melhor será seu desenvolvimento.

O texto acima “trocas na fala” é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do Código Penal. – Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais.

Todos as nossas especialidades

Ortodontia e Fonoaudiologia

Você usa aparelho? Então saiba que a Fonoaudiologia pode ser grand...

Leia Mais

Dificuldade de aprendizagem

Transtorno ou a dificuldade de aprendizagem  são termos usados para ...

Leia Mais

Trocas na fala

Meu filho fala errado, e agora? Quando as crianças iniciam suas prime...

Leia Mais

Afasia, perda da fala

Alguém na família perdeu a fala, saiba o que é afasia e como aj...

Leia Mais

Atraso na fala

O desenvolvimento da linguagem e da fala nas crianças pequenas depend...

Leia Mais